Como montar uma central de rastreamento de veículos?

Mercado de veículos: entenda como seu aumento pode ser vantajoso
5 de março de 2018
O que você precisa saber sobre sistema de rastreamento veicular
27 de março de 2018
Homem sentado de frente para uma mesa com várias telas de monitoramento de diversos tamanhos.
Powered by Rock Convert

De fato, os números da violência no Brasil assustam. Só o roubo de cargas, por exemplo, aumentou 49% nos últimos quatro anos. Com isso, cresceu também a procura por serviços de monitoramento — o que representa uma oportunidade de negócios para quem atua no setor. Afinal, você sabe como montar uma central de rastreamento de veículos?

Na verdade, esse monitoramento é indicado não apenas para situações de roubos de cargas, mas também para gestão logística das frotas. Segundo o Atlas da Violência 2018, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o país superou a casa de 60 mil homicídios em 2016, além de outros problemas de segurança. O número de acidentes no transporte também aumentou.

Tudo isso demonstra que o monitoramento é cada vez mais importante para a gestão das empresas de logística. Então, se investir nesses serviços está em seus planos, é importante saber como criar um site de rastreamento veicular. E é disso que trataremos neste artigo. Continue lendo e confira nossas dicas!

Entenda o que é uma central de rastreamento de veículos

Como o próprio nome indica, o serviço de rastreamento veicular é feito em uma central, onde são monitorados os automóveis e caminhões que possuem aparelhos rastreadores. A principal função desse monitoramento é não perder os veículos de vista, o que é possível por meio da identificação da localização, horários, paradas e outras variáveis. Assim, qualquer ação não prevista pelo sistema de rastreamento — como uma parada não programada, por exemplo — é motivo de alarme para a central.

Na ocorrência de qualquer suspeita, a central identifica o veículo, entra em contato com o cliente e toma decisões. Algumas delas são o bloqueio remoto das funções automotivas, a notificação das autoridades ou o envio de socorro. A ação definida pela central dependerá de cada situação e da confirmação ou não de sinistro, como roubo ou desvio da rota original por ação de criminosos.

Saiba como montar uma central de rastreamento

Com o aumento da demanda por serviços de segurança — seja este em função da retomada econômica e aumento da frota, seja pela elevação do potencial de riscos —, investir no segmento representa uma boa oportunidade de negócios. Então, para saber como criar um site de rastreamento veicular, tenha em mente algumas dicas:

Analise qual é o mercado potencial

O mercado de rastreamento veicular atende, principalmente, dois grandes segmentos:

  • veículos pesados (caminhões);
  • veículos médios e leves (pequenos caminhões, utilitários, veículos de frotas e automóveis de passeio).

No primeiro caso, os grandes caminhões costumam cruzar todo o país, percorrendo estradas com baixa cobertura de sinal de telefonia celular. Para rastrear tais veículos, é necessário um serviço de monitoramento via satélite, que é mais caro.

Já quanto aos veículos médios e leves, com circulação em áreas mais específicas, o uso de celular para monitoramento é viável. Nesse caso, é possível direcionar o negócio para dois modelos específicos:

  • localização, rastreio e bloqueio de veículos, normalmente direcionado para atender pessoas físicas — sua principal função é bloquear e localizar veículos roubados ou furtados;
  • monitoramento de frotas de pequenas e médias empresas — aqui, o serviço de rastreamento deve contar com ferramentas como cerca eletrônica, roteiro percorrido, tempo de parada e velocidade média do veículo, entre outros. Todas as rotas dos veículos devem ser acompanhadas on-line, então, é importante ter um bom sistema de retaguarda.

Invista em uma boa tecnologia

Mão esquerda segurando celular enquanto indicador da mão direita interage com o aplicativo de rastreamento veicular. Ao fundo da imagem um mapa urbano com vários veículos e pontos de localização.

Algumas funções são imprescindíveis em um software para uma central de rastreamento de veículos. Afinal, o monitoramento deve acontecer em tempo real, com notificações em imagem, som e texto, em cada etapa do trajeto do veículo. Logo, o software precisa ser seguro e capaz de armazenar as informações em nuvem.

Além disso, ele precisa monitorar as atividades do veículo — como velocidade, percurso e paradas. Deve emitir também relatórios completos, estatísticas e informações a respeito de toda a logística do transporte.

Se os serviços forem o rastreio e o bloqueio de veículos, todas as operações são executadas pelo servidor de dados, que entra em operação por meio do comando do próprio usuário (por mensagem de texto, e-mail ou web). Nesse caso, a estrutura necessária é mais enxuta, e a principal preocupação é eliminar o risco de os servidores ficarem fora do ar.

É necessário ainda um rastreador (equipamento), que é instalado nos veículos, e a definição de como será feita a comunicação com a central. O meio mais comum é o GPRS, que necessita de um chip de dados M2M, instalado no rastreador.

Ofereça planos personalizados

Além de definir o perfil dos seus clientes, é importante analisar qual é o potencial de risco de cada um deles para estabelecer o preço do serviço. O plano de rastreamento de uma empresa de transporte de valores não deve ser o mesmo de um táxi, por exemplo.

Nesse sentido, é possível desenvolver diferentes estratégias para perfis distintos, que aproveitem melhor as funcionalidades da plataforma. Outro fator que movimentará ainda mais o seu negócio é diversificar os produtos e agregar outros serviços, como seguros e manutenções emergenciais.

Funcione 24 horas

Para colocar o negócio de rastreamento de veículos em prática, você deve considerar que esse serviço precisa funcionar 24 horas por dia. Para tanto, conte com uma equipe de suporte que trabalhe em turnos. Além disso, lembre-se: nesse mercado, o atendimento é tudo! Seus clientes precisam receber respostas rápidas sobre a localização de seus carros, cargas ou motoristas.

Se a empresa optar por fazer também o monitoramento de frotas, é fundamental uma infraestrutura confiável e a presença da equipe em turnos ininterruptos. Afinal, sinistros e outros incidentes não têm hora certa para acontecer.

Fique por dentro das exigências legais

Além de toda a documentação necessária para abertura da empresa e obtenção do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), para montar uma central de rastreamento veicular é muito importante atender a algumas determinações específicas.

Uma delas é prevista pela Resolução nº 245/2007 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que trata da instalação de equipamento antifurto nos veículos. Outro aspecto legal que precisa ser considerado é a responsabilidade civil da empresa de rastreamento. Tenha isso em mente e mantenha-se atualizado!

Enfim, como vimos aqui, o serviço de rastreamento veicular é essencial para a gestão e controle de frotas, além de garantir maior segurança aos motoristas — inclusive no caso de veículos de passeio. E, com as perspectivas de aumento da frota no país, esse é um mercado com grande potencial de crescimento.

Além do monitoramento propriamente dito, a tecnologia permite outras funcionalidades, como controle de jornada do condutor, tempo de motor ligado, consumo de combustível, identificação de motoristas, entre outros. E agora que já sabe como montar uma central de rastreamento de veículos você pode oferecer tudo isso aos seus clientes.

Então, gostou do nosso artigo? Entre em contato conosco para conhecer a nossa tecnologia e ficar por dentro de outras novidades sobre rastreamento e monitoramento veicular!

2 Comments

  1. Gelson Lourencao disse:

    Gostaria montar empresa rastreamento veiculo via satelite que corte corte corrente eletrica ou combustivel. com central monitoramneto 24 horas. Quanto me custaria .tem despesa uso de satelite?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *