Confira 5 dicas de como evitar roubo de cargas

um mecânico em frente a um carro vermelho elevado dentro da oficina
Aprenda o que é manutenção preditiva e a sua importância!
17 de janeiro de 2019
Entenda a importância da avaliação de desempenho de motoristas
6 de fevereiro de 2019
Entregador segurando uma caixa na frente da sua van de entregas.

A preocupação com assaltos no Brasil é um problema com o qual os cidadãos precisam lidar diariamente. Nas estradas a situação não é diferente. De acordo com as estatísticas do setor, esse tipo de crime teve um aumento superior a 70% nos últimos 5 anos, o que coloca o país entre os mais perigosos do mundo.

Diante desse cenário, é um grande desafio evitar roubo de cargas e proteger funcionários e investimentos. Para isso, algumas dicas podem ajudar a se proteger desse tipo de ação.

Quer mais informações de como evitar roubo de cargas? Continue acompanhando e comece a implantar na sua empresa.

5 dicas para evitar roubo de cargas

A situação das estradas brasileiras é tão alarmante que vem afetando, inclusive, as exigências com relação ao seguro de caminhões e produtos transportados. Os impactos influenciam diretamente a saúde financeira dos negócios e a defesa dos funcionários ligados ao carregamento. Por isso, reduzir esses riscos é questão de sobrevivência da empresa. Conheça 5 dicas importantes.

1. Faça gerenciamento de rotas

As quadrilhas que atuam com o roubo de cargas são consideradas bem organizadas. Portanto, elas avaliam os históricos e acompanham os transportes. Por isso, faça um gerenciamento de rotas com intuito de variar os trajetos e evitar que os criminosos estabeleçam um padrão das entregas de sua empresa.

O mesmo vale para abastecimentos, repousos e paradas para alimentação. A ideia é que esse rodízio aumente a segurança de todos.

2. Dê preferência a viagens diurnas

Além de apresentarem menor visibilidade, as viagens noturnas são as preferidas pelos assaltantes, pois tem menor movimento e é quando, normalmente, os motoristas estão mais cansados. O ideal é dar preferência a deslocamentos durante o dia e deixar a noite para o descanso. Caso os trajetos nesse horário sejam necessários, procure fazer em comboios.

3. Oriente os motoristas

Importante lembrar que todas as ações realizadas para a segurança das cargas envolvem diretamente os motoristas. Por isso, é essencial que eles sejam devidamente treinados. Caso contrário, todo o esforço será inútil. Eles precisam entender os riscos que correm e como as ações tomadas são realizadas para garantir a integridade deles.

4. Reduza o tempo de carga em repouso

Quando a carga fica parada, ela fica vulnerável. Então, além de alternar esses períodos, é importante que elas sejam o mais curtas possível, respeitando as leis e as necessidades do condutor. Importante a conscientização de que, enquanto a carga está parada e sem vigilância, é muito mais fácil ser roubada.

5. Invista em monitoramento

Para que todas as ações possam funcionar corretamente é importante incluir a automação dos processos. Com auxílio de tecnologia, é possível monitorar e rastrear o veículo e sua a carga. Além disso, otimiza os recursos e reduz os custos para sua operação, pois, com as informações obtidas, é possível realizar um planejamento preventivo e atuar caso algum imprevisto ocorra, proporcionando mais segurança a todos.

Enfim, com o aumento expressivo de assaltos a veículos de transporte, é imprescindível tomar medidas com intuito de evitar roubo de cargas, protegendo a integridade dos funcionários e a saúde financeira do seu negócio. Portanto, não deixe de implementar ações de gerenciamento, uso de tecnologia e treinamentos em sua empresa.

Este post foi útil para você? Aproveite e entenda mais sobre o uso das tecnologias e a importância do monitoramento de cargas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *